> Roccana Poesias: Só me entendo no caos

*

.
.

"Poesia traz vertigens. Ora cruel, ora leve, ela é desnuda."

.
.

26.9.05

Só me entendo no caos

.
só me acho se me perco só respiro se me afogo só destruo o que não fiz só desisto se insisto só me busco se te encontro só navego em meu soluço só naufrago em águas calmas só tropeço se caminho só me acalmo se não penso só me vejo se insisto só me entrego se desejo só desejo o que me arde só transpiro se me lanço só me arrisco se suspeito só me inspiro se enlouqueço só reflito o que há no espelho
.

Um comentário:

Adrian Creffield disse...

Hey, you have a great blog here! I'm definitely going to bookmark you!

I have a work from home site. Financial freedom work from home.

Come and check it out if you get time :-)

Adrian: PRESS RELEASE: Press Release From Google News about the site link above