> Roccana Poesias: Trocadilho

*

.
.

"Poesia traz vertigens. Ora cruel, ora leve, ela é desnuda."

.
.

10.11.05

Trocadilho

.

Existe uma saudade nua uma existência nula uma vontade doce um jeito de andar uma tristeza cama uma chuva rápida vem um vento norte num lugar lilás tem um toque lento um prazer doído uma renda preta uma solidão um quarto vazio uma viagem estanque um sabor morango nosso amor no chão um papel parede um relógio antigo um país distante um som familiar uma fresta estranha uma fruta verde uma flor de lis um gosto de chá um amor perfeito uma folha de livro uma anotação no canto um cheiro de sangue os meus pés no ar uma praia deserta uma lua cheia estrela do mar


E uma saudade lua uma existência branca uma vontade nua um jeito de amar uma tristeza estranha uma chuva estanque vem um vento doce num lugar do mar um toque familiar um prazer no chão uma renda antiga uma solidão um quarto perfeito uma viagem cama um sabor de sangue nosso amor no ar um papel de livro um relógio lento um país sem cama um som de parede uma fresta preta uma fruta rápida um gosto de lis uma flor deserta um amor vazio uma folha de chá uma anotação um cheiro de verde os meus pés no mar uma roupa nula uma praia distante uma lua doce estrela lilás
.

Um comentário:

Elenara Castro Teixeira disse...

Ana Mimosa!

Como sempre consegues atingir numa só emoção, sentimentos, palavras, lembranças boas, doces e ternas, num misto de saudade amena e tão doída ao mesmo tempo.
Conjugas com arte e sensibilidade o viver em toda a sua plenitude, mas deixando sempre uma fresta para a gente repensar sobre os nossos próprios passos.
És a própria arte de viver, pois estás sempre a nos mostrar que precisamos estar sempre atentos para os verdadeiros significados dos nossos afetos.

Adorei esse "Trocadilho", pois faz o avesso ser o verso e o reverso de mim mesma e quem sabe de todos que aqui chegam para te ler.

Um beijo super mimoso!

Elenara Castro Teixeira
elenarat@hotmail.com
Santa Maria 11/11/2005

PS/ Estou corrigindo as cicatrizes por haver deletado esse depoimento!