> Roccana Poesias: Sol e Lua

*

.
.

"Poesia traz vertigens. Ora cruel, ora leve, ela é desnuda."

.
.

12.2.06

Sol e Lua

no sol ele me beija
ensolarada
nua

de noite ele me tem
enluarada
lua

Um comentário:

Elenara Teixeira disse...

Comentando Roccana!

De dia o Sol aquece
preparando a face
que será beijada!
Corpo nu
que se motiva,
que se convida
para o sol
iluminado de prazer
com a luz
do teu sorriso,
preparar a Lua
que se insinua
cheia de vontade,
ainda pela metade,
a ser o refletor
da melhor fotografia!
Corpos entregues
na maior das alegrias
a todas as fases
da tua geometria!
Que são dias
ou luas,
se é a paixão
que comanda
a tua geografia!

Ana!
Que maravilha!
Consegues mostrar poder de sedução com tão poucas palavras, que o Sol e a Lua são enfeites, são mimos, na emoção da tua poesia!
Comovente!

Elenara Castro Teixeira
http://phoemahelenara.blogspot.com
elenarat@hotmail.com
Santa Maria/RS