> Roccana Poesias: Roteiro

*

.
.

"Poesia traz vertigens. Ora cruel, ora leve, ela é desnuda."

.
.

25.7.08

Roteiro

.
é sempre do mesmo jeito
o beijo, a pele, o olhar
a entrega, e o mesmo caminho.
na parede, tem a sombra
tem o vento, na cortina
e tem, sempre, uma procura...
.
tem a busca, o faro, o cio
o suspiro e os olhos fechados
tem teu gosto, tem teu beijo
na parede, tem a sombra
tem o vento, na cortina
e tem, sempre, a mesma urgência...
.
tem sempre o corpo colado
a dança, os sons abafados
o gesto certeiro, o tatear
tem o arrepio, a entrega,
a tua respiração
e a minha falta de ar...
.

Nenhum comentário: