> Roccana Poesias

*

.
.

"Poesia traz vertigens. Ora cruel, ora leve, ela é desnuda."

.
.

25.10.08

...

7 comentários:

João da Silva disse...

Interessante... um espaço vazio para comentar. Engano? Adrede posto? De qualquer forma, gostei e deixo umas poucas palavras para dizer que gosto muito deste espaço e de sua conceptora, poetisa de estro delicado e rico.
Beijos carinhosos do João!

Ana disse...

Na verdade era um post do outro blog que veio parar aqui por engano!!

E agora?? Que faço com este espaço em branco??

João da Silva disse...

Deixe reservado para quem está com saudades de você, que tal?
Beijinhos carinhosos do João

marianabms disse...

ué nao tem mais poesias novas??? gostava tanto de ler!!bjs

Roberto disse...

Também estou sentindo falta das poesias... quando vai ter mais?

Abraço!

Ana disse...

Se eu contar que ando sonhando com versos - literalmente, alguém acredita?
Quando acordo fico com a sensação da poesia ter sido escrita!

Carla Maia Garcias disse...

Raccana poesias é lindo!
Parabéns. Abraço