> Roccana Poesias: Subversão

*

.
.

"Poesia traz vertigens. Ora cruel, ora leve, ela é desnuda."

.
.

25.1.06

Subversão

Me conta as tuas dúvidas
Me cobra as tuas dívidas
Me fala dos teus medos
Quero os teus segredos
Tuas inconfidências
Tuas coisas obscenas
Me revela a tua senha
Me mostra teus descaminhos
Desnuda teu corpo
Expõe tuas indecências
Me incita pra tua guerra
Me arrepia com teus dedos
Me transporta pro teu mundo
Me conta teus planos
Me faz tua cúmplice
Me subverte
Depois vai embora
Esquece isto tudo
E me deixa quieta

2 comentários:

Elenara Castro Teixeira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Thelma disse...

Ana, tá lindo!!!!